Ansiedade, depressão e Cannabis

A cannabis, como já é conhecida, possui efeitos medicinais fantásticos que conduz a vida de muitos pacientes para um convívio tranquilo através da redução de sintomas.

Quando se fala de ansiedade e alguns de seus efeitos, como por exemplo, falar em público, a eficácia de um derivado de cannabis já foi comprovada, qual seja, o óleo de canabidiol.

De acordo com um estudo da área de neuropsicologia que consistiu na administração do óleo para tratar ansiedade, foi possível conduzir de 70 a 400 mg em humanos saudáveis que resultou em um comportamento positivo em situações que causam ansiedade.

Os pacientes de ansiedade social ou generalizada, apresentaram melhora com a administração de 400 a 600 mg do remédio, dosagem suficiente para conter sintomas ansiolíticos.

O TEPT- transtorno de estresse pós traumático compreende na formação e manutenção de uma memória aversiva, e a cannabis também mostrou-se eficiente nesses caso, mas foi necessária maior dosagem do óleo em comparação a ansiedade.

Apesar de promissores, os estudos que relacionam a cannabis a depressão são pouco relevantes, isso porque os testes foram realizados apenas com camundongos.

A administração de 30 a 200mg/kg mostrou atenuação significativa da anedonia e os ratos apresentaram maior disposição para explorar os ambientes, no entanto, o efeito antidepressivo do CBD ainda necessita de estudos.

A cannabis ainda tem muito potencial para apresentar ao mundo, e os cientistas tentam comprovar isso a cada dia que passa, para que assim, todos possam usufruir dos benefícios da Ganja.

Sabe algo sobre o assunto? Conta pra gente. Ganjalize-se.

Fonte: CALIXTO, Rafael. Disponível aqui.