Censura no mundo da Ganja

A empresa canadense Keep Labs desenvolveu um objeto inovador e bastante útil para usuários de cannabis, e de tão incrível, ganhou o prêmio da maior feira tecnológica do mundo.

A Consumer Electronics ShowCES proporciona a feira anualmente em Las Vegas e premia inovações tecnológicas de todos os tipos, e uma caixa inteligente programada para guardar maconha e seus derivados foi a vencedora da categoria “soluções para a casa”.

O moderno equipamento foi pensado para ajudar usuários a manter a erva segura e conservada. A caixa possui controle de temperatura, controle biométrico e pode ser conectada ao smartphone para monitoração em tempo integral.

Acontece que, a feira de tecnologia deu o prêmio para a inovação da empresa Keep Labs, mas censurou a palavra maconha e a verdadeira utilidade do produto, com o argumento de que não existe uma categoria pertinente para cannabis ou acessórios para cigarros, e deste modo, só poderia exibir o produto como “dispositivo para armazenamento”.

Os fundadores da Keep Labs relataram que receberam a notícia de que o produto tinha sido premiado em outubro e ficaram contentes, mas logo em dezembro a CES entrou em contato alegando que não poderiam veicular o produto ou comunicar sobre a sua utilidade.

A Keep Labs postou a premiação de inovação no site mas resolveram não enviar representantes da empresa para o evento tecnológico que aconteceu no dia 7 de janeiro deste ano, já que consideram essa forma de censura contrária à ideologia da marca.

Sabendo que Nevada, Estado onde localiza-se Las Vegas, é flexível ao consumo recreativo de Cannabis possuindo diversos dispensários espalhados por todos os cantos.

Qual sua opinião? O que você pensa da atitude da feira CES?

Ganjalize-se.

Fonte: Sechat